17.4.16

CONVERSAS DOS OUTROS NAS VIAGENS


Quem viaja frequentemente de transportes públicos sabe do que estou a falar: privacidade nas conversas telefónicas.

Há pessoas que falam ao telefone no comboio como se estivessem dentro de um túnel sem rede! Mais especificamente aquelas em que a idade já ultrapassa os 70, que acham que quanto mais alto falarem melhor se fazem entender.

Já se fala em carruagens específicas para mulheres, onde se pode fazer a separação por géneros. E carruagens para quem deseja viajar com tranquilidade? Será que não faz sentido?

Ainda hoje eu dispensava saber que, a amiga da septuagenária que viajava no banco da frente, era viúva de um ex-trabalhador da Carris, e que tinha direito ao pass de forma gratuita. E que ainda era doente, que não podia ir à Segurança Social solicitar o documento comprovativo, e quem o ia fazer era esta sua amiga solidária.

Perante esta revelação, todas as pessoas, e até eu, que estava tão envolvida no romance/thriller "Não Digas Nada" da Mary Kubica, e quem já leu sabe o quanto é envolvente, quase acabamos por entrar na conversa da senhora e a dar a nossa opinião também. Mas em vez disso ficámos a esconder o riso por baixo das golas dos casacos, e a tentar disfarçar como se ninguém estivesse a ouvir.

E assim se passa o tempo em viagens longas!

1 comentário:

  1. Como eu percebo. Impossível não ouvir xD

    http://www.mykindofjoy.com/

    ResponderEliminar